8 de dezembro de 2015

Tempestade

Enquanto isso, no meu coração
Acontece a mais pesada tempestade
Estão caindo raios, e eu ouço o trovão 
Desse jeito irei alagar toda a cidade

Queria voltar no tempo
E ser como antes
Eu e você soltos ao vento 
De mãos dadas e não distantes

Mas aqui dentro cai a tempestade
Meu guarda-chuva não pode me proteger
Por que você é a minha metade 
Não há nada que faça parar de chover

E eu me pergunto, por que tem que ser assim?

Eu queria tanto você por perto
Mas nossa história chegou ao fim
Um desfecho amargo e quieto

Se eu pudesse mudar a história 

Eu e você seríamos como a primavera e as flores
Teríamos uma feliz trajetória 
E não um caminho repleto de dores

A saudade se abrigou junto a mim

Meu coração está estilhaçado ao chão 
Me parece que nunca tem fim
A triste e dolorosa paixão